NKC


SOLDAGEM AO ARCO ELÉTRICO

A soldagem ao Arco Elétrico consiste em aproveitar o fenômeno chamado arco formado pela energia elétrica, transformando-o em calor utilizado para soldar metais.

Eletrodo revestido (vareta) Ele tem grande flexibilidade e solda a maioria dos metais numa faixa grande de espessuras. A soldagem neste processo pode ser feita em quase todos os lugares principalmente ao ar livre e em condições extremas. A soldagem com eletrodo revestido é usada extensivamente em fabricação industrial, edifícios, navios, carros, caminhões, comportas e outros conjuntos soldados.
Semi automática Mig(Metal Inert Gas) que utiliza gases inertes como Ar (Argônio), He (Hélio), etc.
Mag(Metal Active Gas) que utiliza gases ativos como CO2, misturas de Argônio/CO2, Argônio/O2, etc.
Eletro-gás A soldagem eletrogás é uma variação dos processos MIG/MAG e com arame tubular, que utiliza sapatas de retenção para confinar a poça de fusão na soldagem na posição vertical.
Tig(Tungsten Inert Gas) O gás mais utilizado em solda TIG é o Argônio, que é um gás inerte. Em casos específicos são utilizados He (Hélio), misturas de Argônio/Hélio ou Argônio/Hidrogênio. Em solda TIG não é utilizado o gás ativo, pois este oxida o eletrodo de tungstênio. A soldagem TIG é um processo bastante adequado para espessuras finas dado ao excelente controle da poça de fusão (arco elétrico). A soldagem TIG possibilita soldar alumínio, magnésio, titânio, cobre e aços inoxidáveis, como também metais de soldagem difícil e outros de soldagem relativamente fácil como os aços carbono.
Submerge Arc (SAW) O arco fica submerso e coberto por uma camada de material granular fusível que e conhecido por fluxo. Uma utilidade do processo de soldagem a arco submerso está na soldagem de chapas espessas de aços, por exemplo, vasos de pressão, tanques, tubos de diâmetros grandes e vigas. Este tipo de solda vem sendo empregado amplamente no Japão, principalmente em indústrias navais.
Plasma que se divide em Plasma Arc e Plasma Jet Inicialmente, na década de 50, o plasma foi utilizado para o corte de materiais que não podiam ser cortados pelo processo oxicorte, como aço inoxidável, alumínio e cobre. A grande vantagem do plasma é a maior velocidade de corte, ao cortar chapas metálicas finas, quando comparado com o oxicorte. Esta característica e o fato dos equipamentos de corte plasma estarem atualmente muito mais baratos, levou o processo plasma a ser também economicamente viável para o corte dos aços carbono e baixa liga. Desta forma, o corte plasma passou a ser uma importante alternativa ao oxicorte. Os gases usualmente utilizados para corte plasma são ar, argônio, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio, assim como misturas destes gases.
Entre outras, existem as seguintes que serão esclarecidas durante o curso Arc Fillet (MIAF)
Arc Spot
Arc Stud
Self Sealed Arc


Curso para Japonês Aula teórica: Japonês
Curso para estrangeiro Aula teórica: Japonês
Apostila: Inglês, Português e Espanhol.


Curso  Requisitos  Horas de curso Total de dias Curso para Japonês
(Incluso imposto)
Curso para estrangeiro
(Incluso imposto)
Teórico Prático Total
SOLDAGEM AO ARCO ELÉTRICO Não há 11h 10h 21h 3 18,000 23,000